É um Admirável Mundo Novo

É isto a vida real ou é só fantasia? Vivemos num mundo em que o impensável se torna realidade; um mundo onde aquilo que era inconcebível há algumas décadas atrás tornou-se agora realidade para muitos.

A tecnologia afetou-nos a todos imenso. Poucos são aqueles que são capazes de olhar para trás e lembrar-se do mundo como em tempos foi: aborrecido, simples, limitado. E agora a tecnologia espreita no horizonte oferecendo um mundo sem limites, um mundo colorido e dinâmico, cheio de desafios e possibilidades.

Quase tudo é possível nos dias de hoje, desde produzir energia com fluidos corporais até controlar próteses com a mente. Pessoas que nunca antes andaram conseguem-no agora ajudadas por um exoskeleton; a forma do universo era determinada; uma ovelha foi clonada; e trazer mamutes de volta à vida está mais perto do que alguma vez esteve; impressão 3D é agora real e talvez no futuro todos teremos uma impressora 3D em casa; órgãos e tecidos são desenvolvidos em laboratórios; carne sintética é produzida na Ásia. Tudo é possível: nomeia-o e eventualmente tornar-se-á uma realidade.

A tecnologia tem, como é óbvio as suas desvantagens. Na nossa vida diária afeta-nos numa grande escala porque nos tornámos dependentes dos pequenos aparelhos que nos ligam ao resto do mundo. A distância entre dois indivíduos torna-se maior conforme a distância a distância entre qualquer um deles e o mundo se torna menor. Aquilo que nos aproxima também nos afasta. Mas, ao mesmo tempo, famílias separadas por continentes têm a oportunidade de se voltar a encontrar. A distância torna-se obsoleta com a tecnologia. E o mesmo acontece com a linguagem, raça e cultura; na internet somos todos uma nação.

Talvez no future seremos criados num laboratório como Aldous Huxley imaginou. Talvez a ciência guiará a sociedade tal como a religião o tem feito por muitos séculos. As inovações mais dispendiosas irão tornar-se ou obsoletas ou comuns e pouco dispendiosas. Mas eu tenho fé, ou porventura deveria dizer que espero, que a ciência não será a única coisa a guiar e dominar-nos; Eu tenho esperança que ainda iremos valorizar a estética e a arte, quer esta seja pintada, escrita, falada ou fotografada. Tomemos um voto para que a tecnologia não se sobreponha à natureza humana, que não sacrifiquemos quem somos por aquilo que almejamos.

A tecnologia fez tanto por nós e tem o potencial para fazer muito mais. E já que dominar o básico da ciência traduz-se em segurar o futura nas nossas mãos, não devemos descuidar o ensino da mesma. O mesmo se aplica ao ensino da arte e da cultura: é essencial para que não nos esqueçamos de quem somos.

O futuro encontra-se perto, o impossível é agora possível. Com a tecnologia o céu é o limite. Ou talvez não seja.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s